quarta-feira, 9 de julho de 2014

A Verdade Exige Maturidade

João 16:12 - Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora.


No final dos três anos do Seu ministério, Jesus passou a ser mais detalhado sobre o futuro dos Seus discípulos e do Seu Reino aqui na Terra: “Ainda tenho muitas coisas para lhes dizer, mas vocês não poderiam suportar isso agora” (João 16:12).

Felizmente, Jesus não foi cristão fundamentalista ou literalista. Há religiosos que se orgulham de “dizer a verdade (deles) doa a quem doer, não se importando quando dizer ou como dizer. A desculpa “teológica” é a de que “crente não mente”. Neste compêndio de desrespeito ao contexto bíblico, a única coisa que se salva é o “crente não mente”.

Baseado em que nosso Mestre não disse toda a verdade aos Seus próprios discípulos? Baseado no Seu próprio conceito de amor ao próximo e de a mor a Deus. Jesus declarou, no verso seguinte: quem decide sobre a revelação da verdade, e da atitude com que a expressamos, é o “Espírito da verdade”. Ele, e tão somente Ele, é quem possui toda a autoridade dada pelo Pai, para nos convencer da verdade do Filho. Quem somos nós, então, para invadir um território que pertence ao Pai, ao Filho e ao Espírito? Com a Bíblia não se brinca. Jesus declarou “Eu sou a verdade”. É o Espírito de Cristo quem nos capacita a dar testemunho da verdade. Seja com “v” minúsculo ou “V” maiúsculo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário